Plano B

Hoje foi a aula de avaliação do curso de consultoria que participei no período de julho/2010 a março/2011. Tudo pronto, preparado, a estratégia de aula definida, já tinha acalmado o coração, porque afinal avaliação não é coisa com que se brinque.

Me organizei com Otávio e ele me deixou no local às 13:00h.

Avaliação estava programada para acontecer a partir das 14:00h pois seriamos 07 consultores a fazer apresentações sobre o conteúdo do curso.

Todo mundo animado, testando seus arquivos, até que coloquei o pen drive no computador e nada de meu arquivo abrir.

Na minha cabeça passou um mundo de coisas, desde o primeiro dia de aula, e a única saída que encontrei foi voltar correndo para a secretaria e pegar novamente o arquivo em meu computador.

Essa deve ter sido a vingança daquela máquina, pois quando cheguei à minha mesa e abri o arquivo novamente… Lá estava ele lépido e fagueiro! Aconteceu alguma coisa que simplesmente não entendi…  Minha colega que entende mais de informática do que eu disse-me que talvez eu tenha gravado o arquivo com a propriedade de “oculto”. Agora pergunto eu: Como?!? Não faço a menor ideia de como isso é possível…

Gravei o arquivo com outro nome, mandei para mim mesma via email e voltei correndo para o local  de apresentação.

Quando estava saindo do prédio caiu uma chuva, com CHU maiúsculo… Me pegou bem no meio do estacionamento e me deixou encharcada. Me molhei dos pés à cabeça, passando por toda às costas é claro…

Cheguei de volta 30 minutos atrasada, apesar de uma colega ter explicado o acontecido, fui para o fim da fila das apresentações.

Enquanto assistia a apresentação dos outros consultores fiquei pensando o que faria se esse arquivo também não abrisse. Cadê meu plano B? Essa lição eu não vou esquecer nunca mais.

A sala para, não variar, estava um gelo… A chuva não parava de cair e tive que tirar os sapatos antes que acabasse me resfriando.

Minha apresentação foi às 17:00h, até ai eu já havia me acalmado, pensado no plano B com possível alternativa C,e  no fim …

– Tcharam…..

O arquivo abriu e eu pude fazer a apresentação como havia planejado.

Lições aprendidas:

– Nunca confie em seu computador ou pen drive, ele com certeza está tramando contra você…

– Sempre leve um plano B, preferencialmente analógico, álbum seriado, tarjetas e em ultimo caso, transparências… Você vai precisar um dia!

– Por mais calmo e confiante que você esteja, pense que alguma coisa pode acontecer, desse modo você deixa seu corpo reparado para a carga de adrenalina extra, caso alguma coisa de errado e você tenha que recorrer ao seu instinto de sobrevivência…

Fui, vi e venci, minha avaliação foi muito boa. Modéstia a parte, acho que me sai muito bem e isso me deu tranquilidade para encarar os próximos desafios.

“Vamo que vamo”

Marta

Anúncios

Um comentário em “Plano B

  1. Quanto e quanto arquivos já não perdi com os temidos vírus nos computadores da faculdade? Já perdi as contas!
    Mas enfim, vivendo e aprendendo. Se bobear, hoje, penso até em um plano y, quem dirar B… rsrs

    “Nunca confie em seu computador ou pen drive, ele com certeza está tramando contra você…” Adorei isso!

    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s