Casais

02/09

Anselmo e Lívia

Ceifa inexorável…

A única certeza na vida é a morte, disso todos sabem, mesmo que não queiramos aceitar. A dor da morte não é de quem vai, mas de quem fica e daqueles que procuram consolar essa angustiante solidão que se instala. É mais que dor. É o assombro da perda daqueles que partem sem aviso, de repente, pela violência nas mãos de outros de quem duvidamos serem Seres Humanos.

Assim foi com Anselmo. Um jovem rapaz de 33 anos, recém casado, que faleceu ontem após várias cirúrgias e uma semana em coma por ter sido atingido com um tiro na cabeça, atacado por um monstro disfarçado de gente que quis roubar-lhe a moto. Aqui ficaram Lívia sua esposa, jovem médica filha de Jurandir amigo e colega de trabalho de tantos anos. Esses sim, gente de coração aberto e honradez de caráter.

Acompanhar as notícias pelos jornais deixa tudo a uma distância que calculamos segura. Hoje um assalto a ônibus, amanhã um banco, outro dia nossos filhos no caminho da escola, até que chega dentro de casa e aí não sabemos o que fazer. Reagir?

Polícia, televisão, motoqueiros… agora é tarde, pelo menos para Anselmo… não mais nesta vida ele estará ao lado de Lívia.

04/09

Elton e Andresa

Duas crianças!

Foi assim que os convidados exclamaram quando os vimos juntos no altar. Ele com 22 e ela com 21 anos… Felizes, esperançosos e confiantes na vida que vão começar a construir.

– Henrique já está a caminho, apressado, para garantir que seus pais manterão os pés no chão para que tudo dê certo!

E todos nós torcemos por isso, afinal os filhos dos amigos são de certo modo nossos filhos também, e o amor sincero e verdadeiro não escolhe tempo e lugar, pode acontecer de uma hora para outra mesmo que julguemos ser “fora de hora”. Quem somos nós para conhecer a roda do destino?

05/09

Rogério e Ana Cláudia

Felicidade eterna.

O casamento foi lindo, numa igreja antiga e tradicional. A decoração primorosa, cheia de flores brancas, muitas velas em candelabros sobre móveis antigos. Um festa fantástica para registrar o momento de felicidade dos noivos e seus familiares.

Fui convidada por Carminha, irmã do noivo, pensei que era só comigo mas descobri que ela continua a exercer a função de fada madrinha nas horas vagas. Ela acode e acolhe a todos que chegam por perto sejam amigos, irmãos, parentes ou mesmo desconhecidos que precisam e tem a sorte de cruzarem seu caminho.

A noiva estava linda, o noivo feliz e ambos muito nervosos, enquanto  Carminha estava radiante em toda sua energia amorosa.

Marta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s