Mudanças

A vida muda, continua acontecendo, e nos obriga a tomar decisões sobre as quais muitas vezes não estamos preparados para assumir as conseqüências e responsabilidades decorrentes das escolhas necessárias para continuar vivendo.

Quase como se estivéssemos afundando num charco movediço no qual estivessem misturados nossos sentimentos e pensamentos, desejos e emoções, obrigando-nos a assumir uma dor indefinível, que temos de suportar para conseguir encontrar a saída, porque as respostas estão dentro de nosso coração amordaçado e torturado por anos a fio, maltratado por escolhas mal feitas e problemas não resolvidos pelo comodismo e covardia de assumirmos as rédeas de nossa vida.

Hoje não falo de mim, mas daqueles de quem me sinto próxima apesar de impotente para ajudar. Por mais que eu queira ajudar, as grandes decisões em nossas vidas devem ser tomadas no silêncio, no doído de nosso coração, em particular, para que possamos erguer a cabeça depois e convencer-nos de que foi o melhor que pudemos fazer por nós mesmos.

Resta aos amigos orar, apoiar, consolar e vibrar pela coragem e sucesso no caminho escolhido. Não é preciso ser radical nem fatalista, ao contrário, enquanto buscarmos nos aperfeiçoar a vida nos dará novas oportunidades de tentar acertar, quantas vezes for preciso, afinal estamos aqui para isso mesmo. Aprender a viver.

Meus pensamentos também não estão funcionando direito hoje, mas com o tempo tudo volta ao normal, ou melhor, descobrimos outros modos para nos entendermos e assim nos sentirmos nós mesmos novamente.

Marta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s