Espelho, espelho meu…

Quem é essa que eu vejo refletida no espelho pela manhã
Que não reconheço como a mesma que se despediu ontem à noite.

Onde está aquela da imagem guardada em minha lembrança
Que corresponde a quem imagino ser por dentro.

Onde está quem conversa comigo com minha própria voz,
Que enxerga por meus olhos e sonha através de meu coração.

Onde foi parar essa eu que conheci por tantos anos
E que agora parece que se desvaneceu,

Transfigurou-se numa pessoa que não sei quem é
Mas, que insiste em me dizer bom dia,

Que me acompanha onde quer que eu vá,
Lembrando-me que o tempo é inexorável

Que me segue, me atinge e me alcança em todo canto,
De quem eu não posso fugir

Pois não existe lugar onde ele não me encontre
Mesmo que eu quebre todos os espelhos em meu caminho

Porque sei que mudei e não quero aceitar os fatos
Por desejar ainda ser feliz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s