Essa eu tenho que contar…

Ontem, quando estava tomando banho para ir à missa, me lembrei de repente de uma história que aconteceu comigo, numa viagem que fiz a trabalho há uns oito anos atrás.

Fiquei hospedada na casa de uma colega e depois do trabalho sai para jantar com ela e seu noivo, fomos a um restaurante daqueles que tem shows para turista. Após o show, apareceu um primo dela, que sentou conosco e começou a falar sem parar. Como minhas antenas ficaram em pé, pensei – Danou-se!

No meio da conversa ele veio com aquela cantada boba de quantos anos você tem? 25?… Não, respondi, tenho 20, em cada perna! O moleque quase caiu do banquinho, mas não se assustou não, pareceu que ficou mais animado.

Papo vai, papo vem, papo furado é claro, fomos embora. Pedi que eles me deixassem em casa, mas a criatura teve a brilhante idéia de me convidar para assistir um filme na casa dele. Eu pensei, depois de tanta baboseira, deve ser um filme do Didi. Disse que não, que ia para casa, pois tinha que trabalhar no outro dia cedo, mas ele, não se conformou e soltou mais uma pérola:

– A gente pode fazer um miojo ou pipoca…

Eu dei um grito de susto… – Não! Miojo não!!!!

Minha colega desatou a rir e eu não agüentei, cai na risada junto. Levaram-me para casa e pronto, estava salva!

No outro dia, ela não conseguia me encarar sem que tivesse que tapar a boca para não começar a rir de novo!
Eu mereço?
Marta

Ps.:Deve ser minha Fênix ressurgindo das cinzas para me fazer lembrar desse causo. Acho que a famosa luz no fim do túnel está aparecendo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s