Expressão do tempo

Costa do Descobrimento
Dos sentimentos
Submersos em mim
Escondidos no fundo
Do baú de minh’alma

Perdidos, desconexos,
Em meu dia-a-dia.

Trazidos à tona
Pelo Sol, pela cores,
Nas paredes das casas
Com bancos na calçada

Olhando a vida
Que passa tranqüila
Nesse lugar que parou no meu tempo.

No tempo do amor e harmonia
Que redescubro em mim
Toda vez que volto em pensamento

A esse porto seguro
Nesse quadrado trancado
Dentro do arraial do meu coração
Esperando por sua ajuda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s