No gerúndio…

O mar e suas ondas gigantes
Que assolam meus sonhos
Sob o peso da massa de água
Que me afoga nas madrugadas
Em que não durmo, pensando.

O deserto e suas dunas
Que soterram meu coração
Sob a suspeita de seca mortal
Que se aproxima de meu viver
No qual não vivo, observando.

A montanha e seus picos nevados
Que isolam meus sentimentos
Sob o frio da indiferença
Que me cerca no cotidiano
No qual estou envolvida, passando.

O raio e sua força imensa
Que atinge meu corpo
Sob a árvore de minha vida
Que me esconde do mundo
No qual fico perdida, sonhando.

O Sol e seu calor irradiante
Que aquece meus olhos
Sob a luz que absorvo
Que me transforma em farol
No qual reflito sozinha, amando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s