Verde mar azul

Às vezes verde
Dependendo da luz
E do olhar de quem vê.

Às vezes azul
Dependendo da intenção
E do amor de quem olha.

Verde mar azul
Tranqüilo em suas marés
Revolto em profundidade.

Com a qual me atinge
Embalando-me em seu vai e vem
Arrastando para o fundo misterioso

Escuro, frio e vivo
Como o meu mesmo,
Colorido na aparência

Refletida pelos olhares
Que não penetram
O abissal de meu coração.

Iluminado apenas pelo teu olhar
Que aquece e compreende
O espectro da luz de minh´alma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s