Como cigarra ou formiga

Como uma cigarra
Que se ama tanto
Até quase explodir de cantar
Chamando seu amado
Para que completem seus destinos
No curto espaço de suas vidas.

Como uma formiga
Que se aliena tanto
Até quase perder-se no coletivo
Seguindo por trilhas marcadas
Atendendo ao comando
Como soldado e operária da vida dos outros.

Mulher-cigarra
Vibrante e faminta
Por amor, romance e aventura
Na construção de seus dias.
Mulher-formiga
Moribunda e distante
Dos sonhos e fantasias que abandonou
Sem saber o que fazia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s