Ser ou não ser, essa é minha questão…

Meu filho perguntou: o que é que você fez no cabelo? Porque está todo arrepiado?

– Não é arrepiado meu filho, são meus cachos… não está bonito?
– É… tá né!… Sinceridade a toda prova.

Meu marido não viu, ou não reparou direito, ou achou melhor não falar nada. Nem uma palavra, aliás, nem uma letra, nem uma interjeição a respeito!

Eu de minha parte continuo achando que ficou bom, só o fato de assumir meus cachos sem me preocupar em fazer escova todo dia de manhã já vale a pena. Se me reto, volto no salão e mando cortar tudo, como eu queira desde o começo!

O pior de tudo isso é a indiferença. Sabe o ditado “ame-o ou deixe-o” é assim que funciona. Gosto das coisas bem definidas desde o começo, sejam boas ou más, é assim que eu consigo me localizar no espaço-tempo. Nada mais ou menos serve para mim. Não me cozinhe…não me isole…não me afaste. Detesto o morno. Converse comigo que as coisas se resolvem… é simples assim!

Não…É dificil prá caramba…eu concordo… mas é sincero, assim como meus sentimentos.

Às vezes isso assusta as pessoas a minha volta, porém com o tempo, todos percebem que quando tudo se esclarece é mais tranquilo viver comigo.. Eu acho…

Boa noite e até amanhã
Marta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s