Por falar em paulista…

Por falar em paulistas hoje percebi alguma coisa estranha nessa cidade. As pessoas não se olham!

Segunda e terça-feira, como eu estava em pleno agito, não tinha me dado conta de como as pessoas estão afastadas umas das outras. Não só pela confusão da multidão, que as ruas 25 de Março e José Paulino trazem em comum, mas a distância proposital que as pessoas se impõem nessa cidade.

Sai do hotel, entrei no metro e desci na estação do MASP, como ia demorar a abrir, parei um pouco para pensar o que fazer quando percebi o modo com as pessoas desviam o olhar caso você esteja próximo, algumas chegam a abaixar a cabeça, não param, para não olhar ou para não serem encarados. Me deu uma agonia como se estivesse sozinha naquela avenida cheia de gente.

Como ter calor e solidariedade se o medo do próximo ou de estar próximo é mais forte? As pessoas se agridem verbalmente mesmo sem motivo, até estando erradas na situação. Uma gentileza pode ser vista como uma possibilidade de ataque…

Impressionante o nível de stress desse povo!

“Para quem vem de outro sonho feliz de cidade…” desaprendi de entender essa realidade.
Marta

Anúncios

Um comentário em “Por falar em paulista…

  1. outra tese,a poluição não deixa as pessoas olharem muito numa direção retilinea forçando-as a baixar o seu olhar para ver se não tropeçam no lixo da cidade,e uma vez na estação os olhos são ofuscados pela luz do metro…é vida de paulistano é dificil…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s