Estação da Luz

Meu dia começou na Estação da Luz, o metro interligado com o sistema ferroviário forma um labirinto de andares e corredores que dá prá gente se perder lá dentro!

Quando achei a saída e estava sã e salva a caminho da rua da perdição (das compras bem entendido…) deparei-me com um piano no meio do saguão da estação onde estava escrito assim: “Toque-me” e eu na minha infinita modéstia pensei, não poderia ter um microfone ao lado deste piano solitário com um cartaz – “Cante-me”… devaneios da manhã…

Saindo da estação entrei no Museu da Língua Portuguesa para conferir esse mistério; chegando lá vi um cartaz lindo de Clarice Lispector e não resisti, pedi ao recepcionista que tirasse uma foto minha segurando as “mãos” de minha idala. Ele sorriu, foi gentil e tirou a foto, afinal turista é turista.

Fui as compras…
Marta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s