Joga suas tranças, Rapunzel

“Toda mulher tem a vida amorosa que merece.”

Considerando que apesar de ser hollywoodiana essa frase pode ser verdadeira, então, do que é que reclamamos se no fundo sabemos que somos responsáveis pelo estado em que deixamos as coisas chegarem?
Assuma: esperamos para ver o que vai acontecer; ficamos torcendo para que tudo mude; sonhamos que um dia o famoso príncipe apareça à cavalo, melhor ainda se for em 500Hp/2.0, branco ou vermelho tanto faz, mas colocamos nele a responsabilidade de nos salvar, de nos resgatar de nós mesmas, porque achamos que não temos força ou sabedoria suficiente para encontrarmos ou definirmos nosso próprio caminho. Reconheço que também cai nessa armadilha, e olha que eu me acho esperta. Mas não teve jeito, se olhar bem dentro de mim vou ver o que não quero: uma linda menininha trancada numa torre, com as tranças para fora esperando sabe Deus quem escalar a parede. Pode parar! Homem-aranha não vale…Além do mais cabelo custa caro hoje em dia!
Poesia de mim
Existe dentro de mim calabouços e masmorras, uma torre de marfim, onde minha alma habita presa na eternidade de minha vida.
Em cada cela infinita jaz presa uma escolha, uma opção não aceita, muitas pessoas de mim que não puderam existir, gritando por socorro e liberdade.
Rapunzeis sem tranças, na esperança de um Salvador que lhe permita viver um mundo novo.
Marta Gaino
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s